REINTRODUÇÃO DE CUTIAS

REINTRODUÇÃO DE CUTIAS

O Grupo Cataratas e o Projeto Refauna celebram o sucesso reprodutivo das cutias (Dasyprocta leporina) reintroduzidas na Floresta da Tijuca, excelente resultado do trabalho de conservação integrada que une esforços de pesquisadores de diferentes instituições: UFRJ, IFRJ, UFRRJ e RioZoo. Parte das cutias têm sua origem no Zoológico do Rio de Janeiro, importante berço de espécies fundamentais para projetos com restauração de fauna. Algumas hoje se encontram na quarta geração, isto significa que a reintrodução está funcionando, e que o ciclo de vida da espécie está se estabelecendo.

Antes de serem reintroduzidas na floresta, as cutias recebem colares de radiofrequência para monitoramento, elas também são observadas por meio de armadilhas fotográficas posicionadas em locais estratégicos em meio a vegetação, que disparam por um sensor de movimento ou infravermelho, fazendo registro da localização e comportamento dos animais. 

As cutias são animais roedores pequenas no porte, mas que possuem um grande papel na dispersão de sementes, isso por conta do hábito de enterrar frutos para comer depois, com isso dispersam plantas e contribuem na manutenção das florestas, como verdadeiras pequenas jardineiras. A reintrodução desta espécie  faz parte do processo de restauração das interações ecológicas da Floresta da Tijuca, lugar que no passado viveu o processo de desmatamento e replantio, o que acarretou na perda de sua fauna nativa, ou seja, uma grande área verde com pouca diversidade de animais.

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on whatsapp